terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"Irmã Genézia, a Rapunzel de Itaquera" uma história que fará você repensar as suas atitudes



Irmã Genézia - A Rapunzel de Itaquera
Autor: Deus
Escritoura e revisoura gramatical: Cleycianne Ferreira 


Irmã Genézia era uma irmã muito valorosa, boleira da Igreja, fazia um bolo de doce de leite com cocô de se lamber os beiços! Mas como era solteira e já bem velha para se casar, tinha 38 anos, passava muitas dificuldades financeiras, pois fazer bólos era a sua única renda. 

As dificuldades financeiras de Irmã Genézia aumentaram no dia em que todas as irmãs da Igreja foram aconselhadas pelo Pastor a fazerem uma dieta, pois os bancos da congregação estavam ficando meio frouxos e como o pastor estava construindo um retiro espiritual em Maresias, para ele e sua família relaxarem e se purificarem para a Igreja, o dinheiro do dízimo não daria para renovar os móveis. Foi então que a Irmã viu seu rendimento mensal cair a zero, pois ninguém da Igreja encomendava mas os seus bólos e aceitar encomendas de mundanos era uma hipótese longínqua para a ungida varoa. 

Sem saída e sem ter como pagar o dízimo, Irmã Genézia viu em seu próprio corpo a solução para os seus problemas enquanto penteava os seus morenos, longos e despontados cabelos na frente do espelho, tão longos que a Irmã era conhecida como a Rapunzel de Itaquera, pois não cortava há 15 anos a sua ungida cabeleira. "É isso, vou vender meus longos cabelos para um peruqueiro, ganhar dinheiro, cumprir meu compromisso com a Igreja e comprar uns ovo e uns miojo pra comer", pensou a pobre irmã. 

Apesar da dor no coração, no outro dia a irmã foi ao centro da cidade de São Paulo disposta a vender seus ungidos cabelos para ganhar um troco e o fez! Entrou em um salão comandado por um homossexual afeminado, conhecido como Zézinho das Perucas, e entregou suas madeixas virgens na mãos do malvado pederasta, que cortava o cabelo da irmã com um sorriso maldoso no rosto, enquanto Genésia chorava um rio de lágrimas, capaz de encher até a cantareira. Mas a recompensa logo veio, o homossexual entregou nas mãos da valoroza a quantia de 800 reais! "700 para o dízimo e 100 reais para passar o mês" pensou a generosa irmã. 

Com os cabelos curtos e sem o antigo título de Rapunzel de Itaquera, Irmã Genézia voltou para a Igreja, cabisbaixa e sofrendo muito bullying das irmãs, que riam do cabelo chanel da pobre varoa. Foi até repreendida pelo Pastor, mas após entregar a quantia de 700 reais, foi elogiada publicamente pelo mesmo no púlpito, que ressaltou o sacrifício realizado pela Irmã para que a Igreja continuasse sua obra. Irmã Genézia deixou de ser a Rapunzel de Itaquera e se tornou a Heroína da Congregação! 

O tempo passou e um dia durante uma missão de cura homossexual na frente de uma boate de pederastia, Irmã Genézia deu de cara com uma drag queen com uma peruca de longos cabelos morenos. Na hora que viu aquilo, Genézia se aproximou e reconheceu que aquela peruca havia sido feita com seu cabelo, que estava modificado, com corte, cachos de babyliss, mas mesmo assim mantinha suas mechinhas de cabelos brancos. Inconformada puxou a drag pelo ombro e falou:

- Esse cabelo é meu!!
- Se liga racha, comprei no Zézinho das Perucas, É MEU! - Respondeu a Drag. 

Descontrolada a irmã puxou a peruca da cabeça da Drag e fez o maior escândalo na frente da boate, dando golpes em quem se aproximava dela, parecia mas a versão gospel do filme Kill Bill. Chocadas, as irmãs que acompanhavam a missão gravaram toda a cena, colocaram no Youtube e no outro dia mostraram ao Pastor, que ficou escandalizado e tomou uma atitude bem polêmica. 

- Boa noite, irmões. Todos vocês devem ter visto o vídeo da Irmã Genézia no Youtube, onde ela reconhece o cabelo que vendeu na cabeça de uma drag queen e senta o couro em geral. Bem, eu fiquei bem chocado com toda essa situação, não pelos golpes que ela deu na cara das pessoas que se envolveram na briga, mas sim por ela ter patrocinado o homossexualismo usando os seus próprios cabelos. 

Irmã Genézia que estava sentada de cabeça baixa, se levantou e interrompeu o Pastor: 

- Mas eu não sabia que usariam o meu cabelo para fazer perucas para drag queens, Pastor Jairo! - disse a irmã em tom de desespero.
- Mas virou, irmã! E eu não aceito que uma ovelha minha patrocine o homossexualismo, se o dízimo tivesse sido de pelo menos 3 mil reais, eu ainda poderia abrir uma exceção, mas não posso deixar que você frequente a nossa congregação, você é um péssimo exemplo para todos aqui e não queremos que você volte a fazer bólos, isso só colaborou para a engorda das irmãs que viraram grandes jamantas satânicas. 

Irmã Genézia implorou ajoelhada nos pés do Pastor, mas ao ouvir a recusa do mesmo,  saiu chorando acabada pela Igreja e se sentou na escadinha da entrada enquanto todos aplaudiam a atitude nobre do Pastor. Ao ver a cena, eu, Cleycianne Ferreira, saí atrás da irmã, sentei ao seu lado e comecei a conversar com ela:

- Calma, Genézia, tudo vai se revolver....
- Irmã Cleycianne, me ajude, a única coisa que tenho na vida é a Igreja e meus bólos, como sobreviverei?
- Não sei irmã. Vire prostituta, traficante, pasteleira, qualquer coisa, mas não pise mas aqui em nossa Congregação.... - disse eu em tom carinhoso, porém ameaçador.
- Mas irmã, achei que você tinha vindo me consolar...
- Não, só sai atrás de você para rir de sua cara de tonta! KKKKKKKKKKK CARA NA POEIRA!! - disse eu levantando e jogando o cabelo para o lado direito. 

Genézia saiu chorando alto pelas ruas de Itaquera e nunca mas foi vista, livrando a congregação de seu mal exemplo, de seus bólos engordativos e servindo de lição para todas as crentes que vendem os cabelos para peruqueiros, pois vender os cabelos para peruqueiros que fazem perucas para drag queens, travestis e piranhas é pior que encoxar a própria mãe no tanque, um pecado imperdoável!!


POSSO OUVIR UM AMÉM AQUI? 



19 comentários:

  1. Na minha igreja eu premito que as crente venda cabelo pra bicharada fazer piruca e megarrer. claro que elas tem de dar o dizimo pra obrarmos. Tô embucetada em Cristo com a maudade e fauta de solidalide humana da sua congregação. E você Cleycianne é uma arruinada em satanás que faz conchavo com o esquerdo e deixa passar batido o Misuni verço. Não repreendeu, nem nada.Na minha congregação as irmã deram um dizimo especial nós botamo no jornal as cara das candidata oferecendo serviço de acompanhanta. Vou orar para que você fique mais pró ativa e deixe de ser conivente em gesebel co essas meretris.

    ResponderExcluir
  2. zoar cristão é mole, quero ver mexer com o islã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui no Brasil Islã não enche o saco igual aos crentes

      Excluir
    2. Faz sentido, ermão Anônimo das 17:43, até porque, AQUI NO BRASIL, temos canal de televisão muçulmano, revistas muçulmanas, uma mesquita em cada esquina, partido político islâmico, senador, deputado e governador muçulmano... é realmente um problema grave o islamismo NO BRASIL.
      Um abraço em Cristo!

      Excluir
    3. Zoa o isla vc anon 15:43 .

      Excluir
  3. kkkkkk.. Faz a vingança da Genésia, ela volta pra se empregada da mansão do pastor em Maresias e faz o diabo por lá.

    ResponderExcluir
  4. Ermã Suyia Makratravya27 de janeiro de 2015 19:26

    Esta Genezia deve ser do mal mesmo. Eu agora fiquei cheia de lombrigas de desejo de comer bólos de doce de leite com cocô.

    ResponderExcluir
  5. Nóis crentes somos um povo correto e devemos dar exemplo, essa Genésia pagou o preço por ajudar o homosexualismo

    ResponderExcluir
  6. Essa historia é um belo exemplo, ermã Cley. Nós, crentes, não devemos ajudar os homossexuais e travestis, a não ser com o bullying corretivo em Cristo e repreendendo seus encostos de pombagira.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a atitude, odeio peruqueiros, por isso sempre mantenho meus cabelos compridos, inclusive os da vagina que já dão pra fazer belíssimos penteados trançados e enfeitar com flores de cerejeira.

    ResponderExcluir
  8. Que rídi!!! Vocês não são crente nem aqui nem na China vermelha, comunistas! Crentes de verdade não discriminam nem perdem tempo com lorotas, falando besteira por cima de besteira. Vão orar e se converter e parem de blasfemar , aberrações! Affez

    ResponderExcluir
  9. AMÉÉÉM !!! Eita Jesus Justiceiro!!!

    ResponderExcluir
  10. Ó erma Cley! Vejo enfiéis burros em satanás por não saber decilfrarem suas palavras de louvor. Queima eles Jezuissss!!!

    ResponderExcluir
  11. Já fui crente e alienado e é bem isso mesmo que acontece nas igrejas e sempre tem um irmão disposto e te ferrar mais ainda.

    Linda paródia

    ResponderExcluir
  12. Crente de verdade faz disso para pior, o Pastor rouba os tontos dos fiéis na cara dura! E os tontos ainda acreditam

    ResponderExcluir
  13. Oh Glory! (Nome da Glória em inglês) Eita Jessus hot plate! (Jesus chapa quente em ingles).

    ResponderExcluir
  14. Rste pastor e o maior sem vergonha de todis.
    E edtas mulheres que criticaram a pobte da doceira, sao as maiotes zem moral,a maiorua chifra o marido,depois vai orar! eu conheci gente ai da cong Itaquera que na igreja faz a santa,mas fora se mostra a maior sem carater.... FORA CONGREGACAO!!!

    ResponderExcluir
  15. Horror um momento de desespero a irmã fez algo que jamais pensou pra onde ia o cabelo que venderá. Deu o valor maior do dízimo fazendo a sua parte. Quem é o pastor e esses irmãos pra fazer esse julgamento. Deus tenha misericórdia da irmã Genezia. Nem sei o que falar dessa congregação com bando de pecadores arrogantes, soberbos!Só o senhor pra nós julgar!

    ResponderExcluir