segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Capítulo 4: Casos de Família




Ressuscita! 
Capítulo 4: Casos de Família
Autor: Thiago Pereira 
Escritora e revisoura gramatical: Cleycianne Ferreira


Olhei para trás e não pude acreditar!

- Wandersson?
- Wandersson não! Wanessa, né varoa? - disse Wanessa dando um tapa em minha cara
- O que está acontecendo? Por que você me deu um tapa? Cheirou ânus, foi? - disse eu com cara de mocinha sofrida de novela mexicana.
- Olha, minha vontade é te encher de tapas, puxar esse seu aplique louro e te jogar na caçamba do primeiro caminhão de lixo que passar, crente corrupta! - disse Wanessa aos berros, sacudindo meu ungido e magro corpo com seus braços.

Me afastei, respirei e tentei explicar para Wanessa o que estava acontecendo:

- Por favor, pare em nome de Jesus! Eu não mereço ser atacada assim, eu voltei do céu para lutar contra o Satanás...
- Cleycianne, eu sei de tudo! Eu vi no whatsapp que você você se escondeu na Venezuela à mando do PT e que agora, financiada pela Lei Roanei, voltou para destuir o nosso capitão Bostossauro! Você sabe o quanto Layla Camile sofreu? Todo ano, no dia 25 de setembro, aniversário da sua morte, ela nem saí de casa! Tudo isso porque você é petralha, sem coração, você merece estar presa junto com o Lula e a corja toda do PT! - disse Wanessa espumando de raiva e arracando um pedaço do próprio aplique.
- Wanessa, isso é fake news (notícia falsa em inglês) !! Jamais faria isso com minha filha, com meus fãs... Deus me mandou aqui, Deus! Como você pode acreditar nisso e ainda defender um homem que é contra os homossexuais e travestis? - disse eu em tom didático.
- Seguinte, não sou vitimista e não estou procurando um marido ou um pai, eu quero é um presidente, Cleycianne! E outra, os donos das maiores boates gays de São Paulo estão do lado dele, quem sou eu para ser contra? Estou do lado dos empresários, das pessoas ricas e inteligentes que sabem o que é melhor para todos! Sua desalmada!! - gritou Wanessa, chamando de todos os vendedores das Casas Bahia que era bem na frente. 

Nervosa, Wanessa cuspiu no chão, virou as costas e saiu andando rapidamente, me deixando com a cara na poeira. Mas isso durou apenas alguns segundos, pois afrontosa em Cristo, eu fui atrás da transsex, puxei o restante de seu aplique e com os cabelos em minhas mãos perguntei:

- Onde está Layla Camile? Me diga agora, me diga em nome do Senhor, Wanessa!! 
- Sua filha é petralha igual a você e está lá no vão do MASP em uma manifestação comunista contra o lado correto da história. Só não assuste na hora que descobrir o que ela virou! - disse Wanessa arrancando o aplique de minhas mãos e indo embora envergonhada após o Barraco em Cristo.
- Vão do MASP? O que minha filha virou? Precisamor ir para lá agora, Irmã Wanda! Irmã Wanda? - olhei para o lado e não pude acreditar. 

Irmã Wanda estava estatelada no chão, em mais um desmaio comum de minha dieta de alimentação restritiva, peguei um pedaço de provolone, que havia guardado na bolsa para emergências como essa, coloquei em sua boca, dei três tapinhas em seu rosto e enquanto ela se recuperava, pedi um ungido e chique Uber para chegarmos o quanto antes no vão do MASP.

Enquanto Irmã Wanda, já recuperada, conversava com o motorista sobre futebol, eu olhava a paisagem da Radial Leste, do ungido e chique bairro do Tatuapé e pensava sobre tudo o que está acontecendo. As pessoas enlouqueceram? Será que fizeram algum trabalho de feitiçaria coletivo?  Haviam vídeos, notícias, muitas provas de que o Satanás era uma pessoa horrivel e mesmo assim todos o defendiam. Antes de eu morrer, o sonho de 10 entre 10 irmãs da Igreja era comprar o catálogo inteiro da Avon, agora o sonho delas é ter um três oitão em Cristo. Nada mais faz sentido.

Como haviam muitas pessoas na manifestação, o motorista nos deixou um pouco distante do MASP. Segurei a mão da Irmã Wanda e disse:

- Bora, Irmã Wanda! Corre!!
- Calma, Cley! Não quero desmaiar novamente, e outra, é perigoso tropeçarmos nos nossos saiões e caírmos de cara no chão!
- Irmã, é caso de vida ou morte. Preciso encontrar minha filha NOW (agora em inglês)! 

Era impossível não prestar atenção nas lindas crentes de vermelho que corriam pela Avenida Paulista, muitos aplaudiam, outros nos chamavam de petralhas, mas nós continuávamos correndo pela vida, correndo por Layla Camile! Mas o que a irmã Wanda profetizou acabou realmente acontecendo! Tropeçamos em nossos ungidos saiões e demos com a cara no chão.

Humilhadas em Cristo, levantamos e demos de cara com o MASP! Muitas pessoas segurando cartazes, gritos de #EleNão #EleNunca #EleJamais ecoavam pela rua e no meio da multidão me bateu um desespero: como encontraria Layla Camile? Enquanto isso, no caminhão de som, uma garota começava a discursar:

- Sou lésbica, sou feminista e estou aqui junto com a minha namorada lutando contra o facismo, contra o atraso!
- Irmã Cleycianne, você viu? - disse Irmã Wanda apontando para o caminhão de som.
- Sim, Irmã Wanda! Uma sapatão fazendo discurso, o que que tem? - disse eu dando de ombos em Cristo.
- Cley, olha bem para o rosto dela! A sapatão é Layla Camile! - gritou Irmã Wanda. 

Arregalei os olhos, reconheci o rosto de minha bebéia e não suportei. Desmaiei em Cristo!



3 comentários:

  1. Geeeente.. Layla Camile sapatão!! Por essa eu não esperava!!!!!! Quero o próximo capítulo NOW (agora em ingles)

    ResponderExcluir
  2. HARARHAHRA
    E a bixa tresloucada em God batendo na ermã! É muita ousadia, gente!!!

    ResponderExcluir
  3. "O rosto da minha bebéia." Hahahhaha
    A filha da minha melhor amiga vai fazer 6 anos e até hoje só chamo ela assim. Dizem que o nome dela é Vitória.

    ResponderExcluir