quarta-feira, 6 de maio de 2015

Game of Crentes ("Jogo dos Crente" em inglês) - Capítulo 4: A intervenção de Cercília

No capítulo anterior de "Game of Crentes": Cleycianne aceita curar  Deivisson, o filho homossexual do Pastor da Igreja Ungida de São Mateus, em troca do apoio da congregação e começa o ritual de cura do rapaz. Prosseguindo em sua missão de formar um exército para sua grande Manifestação em Cristo, nossa ungida segue até a filial da Fazenda da Juta onde reencontra o ex-ator pornô e antigo desafeto Fabiano Jegue, agora conhecido como Pastor Fabiano da Grande Unção, que só apoia a Manifestação em Cristo de Cleycianne se ela se casar com ele.  Cleycianne nega a proposta  dizendo que é casada e aquilo é contra tudo o que ela acredita, mas fica chocada quando o Pastor diz: 


- Bem, o que você esconde naquele quarto da sua casa também vai contra tudo o que você acredita. Se você casar comigo, eu não conto para ninguém o que tem lá, porque se contar você já sabe, né? Esse trono nunca será seu. E ai, aceita?





Game os Crentes ("Jogo dos Crente" em inglês) 
Capítulo 4: A Intervenção de Cercília
Autor: Deus
Escritoura e revisoura gramatical: Cleycianne Ferreira


- Você está blefando Fabiano - disse eu virando de costas e jogando o cabelo para o lado esquerdo.
- Blefando nada, Cleycianne! Lembra daquela vigília que teve na sua casa mês passado? Então, todas as irmãs que foram voltaram falando desse seu tal "quarto misterioso" e eu como estou sempre um passo à frente, resolvi investigar... - disse o Fabiano da Grande Unção se aproximando de mim até encostar seu pênis no meu bumbum.
- E descobriu o que? Me diga!! - disse eu trêmula.
- Vou sussurrar no seu ouvidinho, já que será um segredo só nosso, né?

Pastor Fabiano sussurrou em minhas delicadas orelhas, aproximando a sua barba cerrada de meu pescoço. Após ouvi-lo, virei, olhei bem em seus olhos e disse:

- Você sabe mas do que eu imaginava, Pastor.
- Sim e você ainda duvida de mim... Aceita ou não aceita o meu pedido de casamento?

Fiz cara de dor, como se estivesse sendo penetrada duplamente, abaixei a cabeça e em tom de mulher batalhadora, que não é sapatão e disse:

- Se conseguir o trono, prometo me separar do Wandersson e casar com o senhor.

Fabiano sorriu e disse:

- Não vejo a hora de relembrar os velhos tempos, Cleycianne. Nossa lua de mel será destruidora! Agora, pode ir embora, não deixarei você dar o seu testemunho em minha Igreja, mulher aqui não tem voz aqui!
- Mas como eu saberei que suas ovelhas irão até a minha manifestação no domingo? Você está me enganando!!
- Te dou a minha palavra, agora vá embora com suas amigas feias e aquele seu amigo homossexual que ficou olhando para o volume de minha calça, que eu ficarei pensando aqui na sua vagina peludinha. 

Na mesma hora, 5 seguranças adentraram ao salão, me puxaram pelo braço e colocando para fora da Igreja onde estavam Irmã Wanda, Irmã Fernanda e Deivisson aguardando.

- Cley, o que aconteceu? O culto nem começou, você não conseguiu dar o seu testemunho? - interrogou irmã Fernanda com cara de obeso em dúvida no Mcdonald.
- Consegui - disse eu de forma seca e triste.
- Irmã, você não está bem! Vamos, antes que sejamos estupradas aqui na Juta. - disse Irmã Wanda me protegendo em seus grandes braços negros.
- Fiquem sossegadas, minhas dragonas, eu estou bem! E a Irmã Wanda tem razão, vamos sair daqui agora! - disse eu tentando disfarçar a minha tristeza
- Eu ouvi estrupradas? Vamos, ficar um pouco mas irmãs!! - disse Deivisson se animando.

Saímos fugidas da Juta, diretamente para a minha casa. Chegando lá, elas insistiram em fazer uma deliciosa ceia ou limpar o meu banheiro para me animar, mas eu precisava ficar sozinha em casa, apesar de ter que manter Deivisson comigo até ele se curar.

- É Katylene, não deve ser fácil ser chantageada desse jeito...
- O que você está dizendo, Deivisson? E você sabe que meu nome não é esse...
- Sou muito fã dos filmes do Fabiano Jegue, principalmente os que ele fez com o Kid Bengala, então não resisti e espionei o papo de vocês. Ouvi tudo o que ele te disse, pena que não conseguir ouvir sobre o seu segredo... O que você esconde alí naquele quarto? - disse Deivisson seguindo em direção ao quarto da porta vermelha.
- NÃOOOOOOOOOOOOOO! Deivisson, você quer ficar sem o seu iPhone 6 Plus 64GB? Então é bom ficar bem longe daí... - disse eu desesperada em Cristo
- A minha curiosidade é maior... - disse Deivisson forçando a porta para entrar. 

Em um ato de desespero comecei a gritar e a chorar muito pelo olho esquerdo, me joguei no chão e comecei a fazer uma grande cena de drama.

- Abra, acabe com a minha vida, Deivisson, faça isso agora....
- Calma, Cleycianne!! Não precisa fazer tudo isso, eu não quis te magoar, me desculpe... - disse Deivisson abaixando e se aproximando de mim.

O meu choro desesperado em Cristo se tornou um choro baixo, daqueles bem cheio de mágoas e ressentimentos e quando percebi já estava sendo amparada nos braços fortes de Deivisson, que me pedia calma e falava que tudo ia ficar bem.

O moreno forte me levou até a cama em seu colo, pingou gotinhas de Rivotril em minha boca, me deu um beijo na bochecha, deitou ao meu lado e disse:

- Se precisar, estou aqui, Cley.

Tirei meus seios para fora, para prosseguir no processo de cura, e suspirei apaixonada.


Igreja Ungida do Aricanduva - Quinta-feira 


Mesmo com o sufoco que passei na última noite, fui em direção à Igreja Ungida do Aricanduva para buscar mais apoios para a minha Manifestaçao em Cristo e fui recebida pelo Pastor Ademair, um grande aliado do Pastor Jairo de minha congregação, que já estava sabendo da história e havia autorizado o meu testemunho em seu culto antes mesmo de conversar comigo pessoalmente, pois devia muitos favores à Igreja Ungida de Itaquera e ao Pastor Jairo.

Sem ter que passar por nenhum pedágio, subi ao púlpito na hora do culto e comecei a contar o meu testemunho, a minha missão e porque Deus havia me escolhido para ocupar o trono do falecido Pastor Adenilson Nogueira na Igreja Ungida. Mas infelizmente fui interrompida,  a porta da Igreja se abriu e eu não pude acreditar no que eu vi: era irmã Cercília acompanhada de 5 seguranças.

- Não acreditem nessa desordeira de Satanás! - disse Irmã Cercilia fazendo pose de diva em um lindo vestido de camurça verde.
- Irmã Cercília, eu peço por favor, respeite a casa do Senhor. Estamos tratando de um assunto sério... - disse eu irônica em Noé.
- Olha só quem fala, a mesma vadia que não esperou nem o corpo do meu marido esfriar para dizer que era a herdeira do trono da Igreja Ungida, você quer dinheiro e poder e está usando essas pobres pessoas para conquistar algo que não é seu por direito e pra piorar ainda abandona a filha  de 13 anos trancada no banheiro da Igreja, só para ela conseguir um bom marido...
- Mida suas palavras, irmã Cercília do Tatuapé, eu só fiz o que o Senhor me ordenou e não acredito em "direitos" civis, só acredito no "direito divino" assim como todos os crentes. Você tem que concordar, eu sou a escolhida por Deus para ocupar o trono da Igreja Ungida e quanto a minha filha, isso se chama amor de mãe, coisa que você não sabe o que é! Agora vá embora e deixe eu continuar o meu testemunho....
- Meu filho é o escolhido e enquanto ele não completar a maioridade, quem manda lá sou eu... não vai ser nenhuma manifestação que fará eu largar o que é meu e do meu filho Jofre por direito.
- Mas eu continuarei firme no meu propósito, Cercília. - disse eu descendo do púlpito e me aproximando da grande vilã dessa história, enquanto a Igreja em silêncio observava tudo como se estivesse assistindo "Os Vingadores 2 - Era de Ultron".
- Você não chegará até domingo, queridinha. Será presa antes!! - disse irmã Cercília olhando bem em meus olhos claros e límpidos.
- Presa, está louca? Não sou ladrã, não sou traficanta de drogas, nada...
- É sim, é uma assassina!! A necrópsia do corpo do meu marido finalmente saiu hoje e adivinha, ele foi envenenado!
- Envenenado? Meu Deus! Quem faria uma coisa dessas?
- Você! Quem mas está tão desesperada em conseguir o que era do meu marido? Você é a principal suspeita e eu vou te colocar na cadeira, ah se vou! - disse irmã Cercília se aproximando ainda mas de mim e puxando meus lindos cabelos louros suavemente.
- Eu nunca faria isso e tire suas mões imundas de mim!! - disse eu também puxando o cabelo da irmã Cercília.

A Igreja suspirava de emoção! Ao ver aquilo acontecer, Irmã Wanda e Irmã Fernanda correram para nos separar, mas os seguranças de Cercília barraram minhas ungidas dragonas, que ficaram chorando enquanto eram impedidas de me ajudar naquela contenda.

Irmã Cercília começou a puxar o meu cabelo com força e eu a puxar o cabelo dela com mas força ainda, até que Deus agiu e quando eu percebi, havia uma grande quantidade de cabelo ruivo em minhas mões, era o megahair de Cercília que havia descolado. Sem rumo e mostrando o seu verdadeiro cabelo, um cortezinho despontado um pouco abaixo do ombro, Irmã Cercília largou meu cabelo louro natural e foi saindo da Igreja constrangida, mas ainda gritando:

- Você será presa! Essa sua manifestação não sairá!! Você vai ver, Cleycianne!! ASSASSINA!!
- Você que pensa! Deus é Mas! Deus é maior!! - gritava eu repetidamente enquanto acompanhava a sua saída da Igreja.

Voltei ao púlpito e na hora que ia finalizar o meu testemunho um gritou ecoou pela Igreja:

- ASSASSINA!! 

Olhei e todos me olhavam com caras raivosas e repetiam aquela palavra horrível e injusta contra a minha pessoa:

- ASSASSINA! ASSASSINA!! 

Tentei explicar no microfone que aquilo era uma grande mentira, mas os gritos ficaram mas altos que a minha voz. Fiquei sem rumo e saí correndo pelo corredor da Igreja até chegar na rua, onde respirei e falei:

- Senhor, o que mais eu tenho que passar para conquistar esse trono? ME AJUDA! 

Foi quando senti um puxão na minha saia, olhei para o lado e vi um menino:

- Que foi, menino? Não tenho pão duro hoje não, me deixa! - disse eu virando o rosto.
- Sou eu mãe!

Olhei bem nos olhos do menino e não pude acreditar!!

- Layla Camile!! O que aconteceu com o seu cabelo, minha filha? Você teve que se disfarçar de menino para fugir da casa de Cercília foi?
- Não, mãe.
- Então me conta, pelo amor de Jesus, o que aconteceu!!?
- Eu virei sapatão, mamãe. 

Fiquei paralisada, cinza, num fundo vermelho, como no final de "Avenida Brasil". SOCORRO JESUS!




E agora? Cleycianne conseguirá atingir o seu objetivo? Se casará com Fabiano da Grande Unção? Será presa? Conseguirá curar Deivisson? Sobreviverá mesmo com uma filha lésbica? Não perca o Capítulo 5 de "Game of Crentes".







20 comentários:

  1. Moisés da bengala6 de maio de 2015 23:47

    Nossa vendo o vídeo a irmã Wanda é uma ótima cantora! Amei ela!

    ResponderExcluir
  2. Que luta irmã Cley, curar um homosexual é uma tarefa desafiadora, mas muito linda em Cristo

    Irmã Juna

    ResponderExcluir
  3. Jesus ama os gays, mas odeia o que eles fazem, pois são TODOS depravados!

    A Bíblia que é o livro mais puro, honesto e irradia amor, condena veemente os gays ao inferno.

    Amém Irmã Jocastinha

    ResponderExcluir
  4. Pastora Valdirene8 de maio de 2015 06:03

    Toda essa luta insana é por causa que você está numa demora de satanás para postar seus postes irmã. Estou agora com a foto 3D sua e repreendendo o encosto da preguiça para lhe ajudála. Senão não vai ter vitória com sabor de mel. Eu avisei!!!

    ResponderExcluir
  5. Amei

    Irmã Cley, você retratou muito bem como é o dia a dia dos crentes e dos adoráveis e mui honestos "pastores"

    Lindo em Cristo,

    Pastores rich & followers poor....

    ResponderExcluir
  6. Hermã, assita isso:

    https://www.youtube.com/watch?v=4h9nad5y7U4

    ResponderExcluir
  7. Hermã

    Assista isso:

    https://www.youtube.com/watch?v=4h9nad5y7U4

    ResponderExcluir
  8. Hermã

    assista isso:
    https://www.youtube.com/watch?v=4h9nad5y7U4

    ResponderExcluir
  9. Nos crentes através de nossos deputados cristoes, devemos pedir a criação de uma lei federal para criarmos fazendas de cura gay os pais lavariam seus filhos com comportamento homosexual e nós iríamos propor ações efetivas de cura gay;
    1-a primeira semana seria de choque, daríamos banhos de água fria para afastar a pomba gira fogosa.
    2-forcaríamos uma alimentação reforçada e masculina.
    3-de tarde teria esportes masculinos e violentos.
    4-faríamos vários buylings corretivos.
    5-muita oração.
    6-muito louvor a Cristo.

    E se os rapazes ainda assim não se curassem iríamos com a autorização dos pais ou do governo, dar uma surra por dia até eles os rapazes ficassem homens de verdade!

    Isso aí meu povo, nos crentes somos pura sabedoria e sabemos o melhor para casa um.

    Amém
    Irmão Geraldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão, quantas belas idéias!!! Precisamos de alguém assim no Poder, deste modo tiraremos o Brasil do lodaçal em que se encontra... Amém

      Excluir
  10. Irmã Cley, repreenda com buling corretivo as irmãs obesas, pois obesidade e homosexualismo são pecados graves.

    Angelo

    ResponderExcluir
  11. Ansioso pelo quinto capítulo, oro muito a Jesus pela cura do deividisson, seria um exemplo!

    ResponderExcluir
  12. sua idiota não tem mais oq fazer?

    ResponderExcluir
  13. Só Jesus Cristo para curar os homosexuais e as prostitutas.

    ResponderExcluir
  14. Minhas orações são para que todos os homosexuais sejam curados por Cristo, seria maravilhoso o Brasil livre da prostituição, aborto, homosexualismo e das mulheres em cargos de chefia. Está na bíblia que o homem é o cabeça da família!

    Amém
    Missionário Geremias

    ResponderExcluir
  15. Os homosexuais tinham que ser tratados pelo governo, com choques, pois os gays são doentes. Lembrem-se homosexuais só Jesus Cristo é quem cura e liberta.

    Irmã Verginia

    ResponderExcluir
  16. Jesus Cristo cure o homosexual para dar um exemplo para muitos homosexuais no mundo.

    Eu como cristão evangélico e fiel a Deus não me conformo com esses seres gays.

    Antônio da Igreja Assembléia

    ResponderExcluir
  17. Hermã assista isso www.pornhub.com

    ResponderExcluir
  18. Hermã assista isso www.pornhub.com

    ResponderExcluir