sexta-feira, 22 de maio de 2015

Game of Crentes ("Jogo dos Crente" em inglês) - Capítulo 6: Manifestação em Cristo

No capítulo anterior de "Game os Crentes": Cleycianne descobre que Layla Camile virou sapatão, a amarra na cama, dá umas gotinhas de Rivotril para ela se acalmar e acha um iPhone 6 Plus em seu bolso, a irmã pega o aparelho e dá para Deivisson, como recompensa por ter ficado ao seu lado a semana inteira. Ao chegar na Igreja Ungida de São Miguel não é recebida pelo Pastor, um bilhete diz que a Igreja não receberá a "Assassina de Itaquera", o boato corre pelas congregações. Cleycianne vê na cura de Deivisson sua última esperança para conseguir o seu exército. A cura é selada com um beijo entre Cley e Deivisson, o que deixa o pai do rapaz orgulhoso. Cleycianne deixa Deivisson em sua casa em São Mateus e segue para a sua grande manifestação em Cristo, crente que terá o apoio de pelo menos aquela Igreja. 



Game os Crentes ("Jogo dos Crente" em inglês) 
Capítulo 6: Manifestação em Cristo
Autor: Deus
Escritoura e revisoura gramatical: Cleycianne Ferreira



Domingo - Dia da Manifestação em Cristo

Acordei linda como sempre, peguei meu melhor vestido de viscose branco, coloquei uma faixa verde e amarela na cabeça, peguei tinta guache e escrevi em minha testa: FORA CERCÍLIA. Fui até o quarto de Layla, onde ela ainda estava amarrada, a alimentei com duas folhas de alface e pinguei algumas gotinhas de Rivotril em Cristo pra ela ficar bem calminha, pois só resolveria aquele problema depois de virar rainha da congregação novamente. Me alimentei com um copo de água e um pedacinho de maçã, para não desmaiar durante o dia, e sai de minha casa linda e loura em direção à Igreja Ungida de Itaquera, onde os irmões da congregação iriam se concentrar. 

Ao chegar na frente da Igreja levei um susto, só Irmã Fernanda havia comparecido, com sua camiseta da seleção brasileira e uma linda saia jeans com bandeirinhas do Brasil e fotos minhas. 

- Cadê o resto dos irmões, Irmã Fernanda? - questionei a irmã duramente.
- Cley, a irmã Wanda está chegando, quanto ao resto...
- O que aconteceu com o resto? ME DIGA IRMÃ OBESA, EM NOME DO SENHOR! - ordenei com muito afinco em Cristo.
- Bem, os boatos de que você é assassina do Pastor Adenilson não param de se espelhar pelo WhatsApp, todos os pastores tiraram o apoio de sua causa e agora estão ao lado de Cercília. O Pastor Jairo daqui da congregação é um deles...

Como um absurdo daqueles poderia acontecer comigo? Apunhalada em minha própria congregação e pelo Pastor que me aconselhou a fazer tudo isso! Mas eu não tinha escolha, eu tinha que continuar o que havia começado, não iria desistir de tudo aquilo. Porém logo avistei Irmã Wanda correndo em minha direção:

- Cley, acho melhor você não ir até a Igreja Ungida do Tatuapé - disse Irmã Wanda ofegante, porém vestida com uma camiseta da seleção brasileira e rosto pintado.
- Nada me fará desistir de minha Manifestação em Cristo, Irmã Wanda - disse eu empurrando a ex-sapatão.
- Amiga, meu noivo e policial,  Robertão Varão de Deus, me passou a informação que já está tudo pronto para que você seja presa, Cercília conseguiu provas de que você é a assassina do Pastor Adenilson! - disse Irmã Wanda tocando levemente em meus seios, como se quisesse alcançar meu coração.

Joguei o cabelo para o lado esquerdo, fiz cara de sofrimento, soltei uma lágrima pelo olho esquerdo, fiquei 37 segundos com o olhar paralisado no horizonte e falei:

- Eu não sou assassina, eu não vou fugir. Deus está do meu lado, está comigo e eu vou mesmo que seja sozinha até a Igreja Ungida do Tatuapé. 

Uma música triste, porém heróica, tocou em minha mente no momento e em câmera lenta as irmãs, emocionadas, me abraçaram como sinal de apoio.

Seguimos juntas até a estação de metrô Tatuapé, onde os irmões de outras congregações se concentrariam. Ao chegar lá, o esperado: não havia ninguém me esperando para seguir à Manifestação em Cristo, era apenas eu, Irmã Wanda e Irmã Fernanda e mesmo com aquela facada em meu coração segui de cabeça erguida, até avistar um rapaz moreno, forte e de sobrancelhas feitas vindo em minha direção, era Deivisson.

- Cleycianne, eu vim! Acredito que você não é uma assassina e estou ao seu lado nessa batalha. - disse Deivisson olhando bem em meus olhos claros da América do Norte. 

Impulsionada pela emoção, abracei Deivisson bem forte, até sentir os seus músculos se pressionarem contra o meu corpo.

- Nem sei o que dizer... Muito obrigado, Deivisson - disse eu emocionada.
- Bem, apesar de você ter me dado um iPhone usado, que eu ainda não consegui desbloquear a senha, eu só quero te ajudar, por isso, saí pelas ruas do Tatuapé e convoquei várias pessoas para a sua manifestação.  
Quando olhei para o lado, quase não acreditei! Havia umas 50 pessoas vestidas com a camisa da seleção brasileira e segurando cartazes. Muitos pediam a volta da Ditadura Militar, outros Fora Dilma, outros pediam Pizza + Barata em SP, mas nada daquilo importava, o importante era ter gente revoltada ao meu lado.

Seguimos batendo panelas pelas rua do chique bairro do Tatuapé, 50 pessoas, 275 pessoas segundo estimativas da PM. Enquanto eu, minhas dragonas e Deivisson gritávamos pedindo a renúncia de Cercília, as outras pessoas entoavam vários outros gritos de guerra, ouviasse até "ai, ai ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, em cima, embaixo, puxa e vai", era a festa da democracia.

Fomos nos aproximando da Igreja Ungida do Tatuapé, e eu já fui avistando muitos carros de polícia  e Irmã Cercília com as mões na cintura na frente deles apenas me esperando. Joguei meu cabelo para trás e tomei a frente da multidão de 50 pessoas, marchando com muito sangue no zóio em Cristo.

- Eu sou Cleycianne Ferreira, a Ungida, Faladora de Línguas, Serva do Senhor no mundo da internet, Rainha dos blogs, dos faces e da congregação, a não-obesa, Loura, Curadora de Hps e Lms, Linda, Filha preferida de God, a Não penetrada, Mãe de Layla Camile, Rainha de Itaquera, Rainha dos Ungidos e dos Primeiros Varões, Senhora das Sete Igrejas, Khaleesi dos Crentes, a Primeira de Seu Nome. Venho aqui pedir que Irmã Cercília do Tatuapé renuncie o trono da Igreja Ungida e passe ele para mim, pois essa é a vontade de meu Deus - falei utilizando o lindo meu megafone enquanto me aproximava de Cercília e dos policiais. 

Cercília, rodeada de policiais, esperou eu chegar bem perto com minha multidão, que gritava diversas coisas, para dizer:

- ASSASSINA!! PRENDAM ESSA ASSASSINA!! 

Tudo aconteceu muito rápido! Vinte políciais vieram em minha direção para me imobilizar, a multidão saiu correndo com medo que soltassem gazes de pimenta, minhas dragonas choravam e gritavam dizendo que eu não era assassina, enquanto Deivisson tentava me alcançar no meio dos policiais, que o imobilizavam por trás. Até que uma voz encerrou toda a confusão:

- Calma, não precisa de tudo isso!! PAREM, AGORA! 

Algemada e toda cagada em Cristo, percebi que a voz era de Robertão Varão de Deus, o noivo de Irmã Wanda, que pedia loucamente para que seu amado meu soltasse.

- Irmã Cleycianne, estamos te prendendo pois Irmã Cercília apresentou uma prova de que você envenenou o Pastor Adenilson Nogueira. Uma irmã diz que viu você colocar veneno no copo de água do Pastor e deixa-lo no altar... - disse Robertão com muito pesar.
- EU NÃO FIZ ISSO, ROBERTÃO! POR FAVOR, ME AJUDE.
- Ela inclusive disse que você trancou as crianças no banheiro, para que eles não vissem o homícídio....
- NÃO, NÃO, POR FAVOR! POR FAVOR, ME SOLTE...
- Cleycianne, você está presa em nome da lei, qualquer coisa que disser, poderá ser usada contra você.  

Olhei para o lado e todos os pastores com quem conversei durante a semana estavam presentes e me observavam com olhar de desprezo, assim como Cercília que gargalhava enquanto eu caminhava para o camburão aomilhada e quando estava prestes a entrar uma voz gritou:

- SOLTEM A CLEYCIANNE, QUEM ENVENENOU O PASTOR ADENILSON FOI EU!
Olhei para trás e não pude acreditar.






MEU DEUS DO CÉU! Quem envenenou o Pastor Adenilson Nogueira? Não perca essa revelação e uma grande reviravolta no próximo capítulo de "Game of Crentes"!


______________________________




19 comentários:

  1. Completamente chocante!
    Roendo as unhas pelo próximo capítulo!

    Mulher Cupuaçu

    ResponderExcluir
  2. Curar o homosexual será uma demonstração que nós crentes somos powers em Cristo

    ResponderExcluir
  3. Cm certeza vão colocar um homossexual como o assassino do pastor só pra enfatizar essa ideia ridícula de vcs de que todo homossexual é filho do demo. Estou aguardando o próximo capítulo dessa idiotice cheia de preconceito, pra ver até onde vai essa mente sem noção de vcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, você acompanhou os seis capítulos e ainda não percebeu a ironia?

      Meu Jesus tu é limitado mesmo....

      Excluir
    2. Estou acompanhando a saga desde o início e não vi nenhum tipo de preconceito nesse testemunho puro fogo do Senhor. Somos cristões e sabemos o que é certo, apenas. Cleycianne, parabéns pelo blog, um verdadeiro serviço de utilidade pública para alertar nossas crianças sobre os perigos mundanos.

      Irmã Narcisa de Higienópolis

      Excluir
  4. Os homosexuais não herdarão o reino de Deus, isso é fato e foi comprovado!

    E as prostitutas que hoje são mais conhecidas como piriguetes também não herdarão, vão parar no inferno.

    Irmã Gennesia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Erma,

      A Sra. esqueceu de falar dos gordos... OS OBESOS TAMBÉM ESTÃO CONDENADOS AO INFERNO... Graças a Deus ;D

      Excluir
  5. Rio muito com essa história doida!! Kkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Fora gays, o lugar de vocês será o inferno. Amor cristão

    Amem

    ResponderExcluir
  7. Muito legal esse blog. Amei de verdade. Uma história realmente engraçada. Fala das idiotices que acontecem dentro das igrejas evangélicas, entre os crentes, que são na sua maioria semianalfabeto ou analfabeto e querem falar bonito sem saber, ai fica uma verdadeira feiura.

    ResponderExcluir
  8. Lega demais. Parabéns pela idéia do blog. É realmente uma crítica baseada na realidade das igrejas protestantes, formadas por pessoas sem cultura e sem noção.

    ResponderExcluir
  9. Irmã estou acompanhando a saga e fico muito emocionada , não posso acreditar que os seus próprios irmões de congregação fizeram isso, estou até regando minhas plantas de tanto chorar. Irmã Gyscaylene do Morumbi.

    ResponderExcluir
  10. Sim irmão, a Cley usa da ironia para combater o preconceito dos crentes e para ratificar a extrema inteligência e sabedoria do crente!

    Existe gente mais inteligente que um crente?

    "Serteza" que não

    ResponderExcluir
  11. Adorando a saga. Não vejo a hora de ler a continuação.

    ResponderExcluir
  12. Que bênção, nas manifestações da Cleycianne também ocorre o milagre da "MULTIPLICAÇÃO DOS PARTICIPANTES" tal qual ocorre com as manifestações dos mundanos... CONTUDO POR UMA BOA CAUSA (MELHOR APOIAR A DIVA LOIRA DO SENHOR DO QUE PEDIR A VOLTA DOS MILITARES)....

    Varão Ungido

    ResponderExcluir
  13. Cley, eu dei a bunda para um rapaz apenas uma vez ! Sera que sou gay ? Sera que nao vou para o ceu com meu cu' sem pregas rompidas pelo ungido rapaz?

    ResponderExcluir
  14. Irmã Cley
    Estou ansiosa por novos desfechos advindos do novo capítulo.
    Bjs
    Jocastinha

    ResponderExcluir
  15. Não vejo a hora de ler o próximo capítulo. Fazia um tempo que não entrava aqui, mas é bom ver que a Cleycianne continua talentosa como jornalista.

    ResponderExcluir
  16. Kd o 7 capítulo? Ansiosissima por novos acontecimentos

    ResponderExcluir